NOTÍCIAS

Brasuca de 15 anos acerta para jogar em Barcelona, só que pelo Espanyol

Ser selecionado em meio a cem jovens e garantir um contrato para jogar em Barcelona. Nada mal para um garoto de 15 anos que planeja ter o futebol como seu ganha pão. Tudo bem que não vai ser pelo clube de Messi e companhia, mas o petropolitano Roberto de Oliveira, o Betinho, passou na peneira do Espanyol para defender as categorias de base do rival do gigante catalão e na próxima segunda-feira chega à Espanha para dar início ao sonho número um das crianças brasileiras

É um sonho. Só de jogar no Espanyol já é muito bom. A ficha ainda não caiu muito. Só vou ter uma noção quando estiver lá - disse o jovem meia, que lembra que, nos dois últimos anos, nenhum jogador havia sido selecionado na peneira.

A oportunidade de tentar a sorte em Barcelona veio neste ano. Após uma seleção inicial, sobraram 30 atletas que treinaram durante cinco dias no CT do clube catalão e foram avaliados por um grupo de 15 técnicos. Tempo suficiente para que Betinho mostrasse seu valor e fosse escolhido ao lado do marfinense Traore Djakaridja.

 Só a experiência de fazer a peneira já foi muito legal, porque você conhece gente de todo mundo e vê que somos parecidos - afirmou Betinho, que teve todas as despesas da peneira custeadas pela família, já que seu pai preferiu evitar vínculo com empresários.

Betinho conta que disputou com jovens de Costa do Marfim, França, Estados Unidos, Uruguai, Argentina e Espanha. Ele era o único brasileiro - e o mais jovem também. Aos 15 anos, concorreu com atletas entre 17 e 23 anos. Mesmo assim, garante que a idade não atrapalhou. Muito pelo contrário.

- Mesmo com a concorrência, me receberam como filho, porque eu era o mais novo. Eu não falava espanhol, por exemplo, e todos me ajudavam com isso. Além disso, acho que a idade acabou me ajudando, porque eu posso ter mais tempo para crescer. Muitos deles já concorrem com o time profissional.

betinho espanyol (Foto: Arquivo Pessoal)

Fonte:Globo Esporte