NOTÍCIAS

Em nota, Santos critica postura do São Paulo e declarações de Ganso


O Santos divulgou, na noite desta sexta-feira, uma nota criticando a postura do São Paulo e afirmando que não pretende negociar o meia Paulo Henrique Ganso com o clube rival. A diretoria do Peixe avisa que a única forma de o jogador deixar a Vila Belmiro é pagando a multa rescisória, que é de R$ 53 milhões para clubes do Brasil e 50 milhões de euros para o exterior. O contrato vai até fevereiro de 2015, e a primeira proposta do São Paulo foi de R$ 10,7 milhões para o Peixe e R$ 12,5 milhões para o DIS, braço esportivo do Grupo Sonda, que detém 55% dos direitos econômicos do jogador (os outros 45% são do Santos).

Na nota, assinada pela presidência do clube alvinegro, o próprio Ganso é repreendido, por ter declarado que ´gostaria de vestir a camisa do São Paulo.

Dirigentes do Santos, nos bastidores, já vinham reclamando da postura do São Paulo, que tornou pública a proposta por Ganso na terça-feira à noite, minutos depois de a oferta ter sido formalizada - R$ 10,7 milhões pelos 45% dos direitos econômicos que pertencem ao Peixe. Os santistas viram na atitude uma forma de pressionar Ganso e criar um clima ainda pior para a permanência do meia no clube - e tudo isso na véspera da primeira partida do Peixe contra o Universidad de Chile, em Santiago, pela Recopa Sul-Americana.

A gota d'água para os santistas veio nesta sexta-feira pela manhã, quando o técnico do São Paulo, Ney Franco, disse que ja havia feito um ´campinho´com Ganso em sua equipe. E isso, novamente, na véspera de um jogo importante do Santos - neste sábado, o time enfrenta o Palmeiras, no Pacaembu, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na nota, o Santos deixa claro que não há mais qualquer tipo de negociação com o São Paulo e que Ganso não está à venda. Por ser detentor dos direitos federativos do jogador, o Santos exige, para liberá-lo, receber integralmente a quantia da multa (R$ 53 milhões), para só então repassar para o DIS o seu montante. Isso porque, paralelamente à proposta feita para o Santos, o São Paulo procurou o DIS e ofereceu R$ 12,5 milhões pelos 55%. Tricolor e DIS chegaram em um acordo para os salários de Ganso.

A princípio, o meia esta relacionado normalmente para o clássico contra o Palmeiras. Ele tem apenas três jogos pelo Peixe neste Campeonato Brasileiro - o limite para se transferir para outro time da Série A é de seis partidas.

Fonte:Globoesporte.com

 

Paulo Henrique Ganso no desembarque em São Paulo (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)