NOTÍCIAS

Técnico não opina sobre venda de Lucas, mas Ceni pede loucura para mante-lo


Enquanto o meia-atacante Lucas está em Londres disputando os Jogos Olímpicos com a seleção brasileira , o São Paulo recebe propostas que beiram os R$ 100 milhões de Manchester United (Inglaterra), Inter de Milão (Itália) e Paris Saint-Germain (França) pelo jogador. Os valores são tão altos que o técnico tricolor, Ney Franco, até se recusa a opinar. Mas o goleiro Rogério Ceni é sincero ao admitir que faria uma “loucura” para que o jogador permanecesse no Morumbi.

Eu faria uma loucura para segurá-lo”, disse o capitão do time que, ao ter seu retorno confirmado depois de cirurgia no ombro direito, usou sua primeira entrevista coletiva na temporada para avisar que seria quase impossível contratar um substituto à altura. Mas o goleiro está ciente de que o clube pode precisar do dinheiro.

Ney Franco também sabe: “De um lado vejo valores muito altos, mas do outro tem alguém que nos ajudaria muito na parte técnica. Se ele voltar, pode nos ajudar muito. Se for negociado, será por valores muito altos. Então, estou em uma posição muito neutra. Não me sinto no direito de dar minha opinião sobre isso”, afirmou o treinador, em entrevista à TV Gazeta.

O presidente Juvenal Juvêncio, que passou a ser mais aberto às propostas pelo camisa 7, já avisou Rogério Ceni da dificuldade em recusar essa fortuna. “Não sou eu que pago a conta no fim do mês. O presidente falou para mim esses dias: ‘quem assina o cheque sou eu’. Acho o Lucas fora de série, mas não sei a necessidade do clube, os objetivos, o que é preciso, como está a conta, como estão as finanças”, concordou Ceni.

O discurso do veterano, que está na equipe do Morumbi há quase 22 anos, é de que o próprio colega pode querer sair. “O Lucas é merecedor de tudo que possa acontecer de bom para a carreira dele. Sei da vantagem financeira, do prazer de jogar em um futebol com casa cheia sempre, um campeonato extremamente bem organizado, com campos bons. E parece que são valores consideráveis.”

Diante da situação, o pedido para o jogador que fará 20 anos neste mês permanecer ganha tons bem humorados. “Se eu pudesse dar um palpite, seria para o Lucas ficar”, sorriu Ney Franco. “Quero o bem dele, mas não posso aconselhar o meu melhor jogador a ir embora. Se eu disser isso, jogaria contra o São Paulo. E não vou jogar contra o São Paulo”, completou Rogério Ceni.

Fonte:IG Esporte.